vestri.jpg

No nosso grupo de investigação há uma tradição antiga de que quem viaja deve trazer chocolates para os restantes membros da equipa que ficaram em Portugal. A tradição é tal que a Astrid Hagen, uma post-doc alemã que trabalhou connosco há alguns anos, baptizou de sala dos chocolates a nossa sala de reuniões. Com efeito parece que o número das sessões de degustação já nessa altura ultrapassava o das reuniões.

A procura de uma nova especialidade de chocolates é assim uma das actividades mais importantes nas nossas viagem de trabalho. Numa das minhas deambulações por Florença, encontrei a fábrica de chocolates artesanais Vestri (Borgo Albizi, 11r). Os chocolates têm recheios incríveis como Earl Grey, pimenta e diversos cremes de licor. Além disso têm fatias cristalizadas de laranja e de damasco cobertas de chocolate. Tive de mandar embrulhar quase um quilo de chocolate.

No entanto, o melhor da loja não é facilmente transportável: “Cioccolato Caldo Vestri”. Como os restantes produtos da casa, o chocolate quente é condimentado com pimenta e, se a quantidade não estiver ao gosto do cliente, há um pimenteiro disponível na loja. Para quem não teve a felicidade de provar a versão original, podem tentar seguir a receita disponível na Internet .